Parto normal, natural ou cesariana

Oi, gente!

Hoje o papo vai ser sobre tipos de parto, já que estou quase chegando nesse momento e tem bastante gente curiosa sobre como vai ser o nascimento do baby Ciao.

Muita gente acha que há só dois tipos de parto: normal ou cesariana. Mas, não é bem assim! Essas não são as únicas opções para dar à luz e, antes de contar como foi o parto do Alvinho e como vai ser do baby Ciao, vou falar um pouquinho a respeito de cada tipo que existe.

Lembrando sempre que eu não sou profissional da saúde e tudo o que eu vou falar aqui é de acordo com os meus conhecimentos! Se quiser e precisar de mais informações, converse com o seu médico.

Parto normal

No parto normal, o bebê nasce no tempo dele, pela vagina da mãe. No parto normal, pode ser aplicado anestesia e ocitocina. Também pode ser feita a episiotomia (corte no períneo) para aumentar a passagem do bebê.

Uma das principais vantagens do parto normal, para a maioria das mulheres, é a recuperação pós-parto. Normalmente, a recuperação de um parto normal é bem mais rápida e menos dolorida do que a recuperação de uma cesárea.

Outro ponto positivo é o baixo índice de risco de infecção respiratória para o bebê. Isso acontece por conta do contato com a flora bacteriana da vagina, que é benéfico para o baby!

Parto natural

Muita gente acha que parto normal e natural são a mesma coisa, mas não é! No parto natural, nenhuma intervenção médica é realizada – diferente do normal, no qual pode ter ocitocina, anestesia e outros procedimentos médicos.

O parto natural pode acontecer, no hospital, em casa, na banheira, e na posição que a mulher se sentir melhor – de cócoras, em pé, deitada, entre outras.

Parto por cesariana

Cesárea é o tipo de parto mais comum no Brasil. Mas, não deveria ser. Até onde eu sei, cesáreas devem ser feitas apenas quando há indicação médica, Em uma cesariana, a grávida é anestesiada e a cirurgia é realizada com ela deitada.

O corte é feito na barriga, entre o umbigo e a vagina. É bem grande (cerca de 20 cm), mas, quando bem feita, a cicatriz fica fina e bem discreta. Diferente dos partos normal e natural, o pós-operatório não costuma ser tão simples e é preciso ter certos cuidados de cicatrização.

Parto humanizado

No parto humanizado, torna-se prioridade todas as vontades e sonhos da mãe para esse momento, e tudo é feito da forma mais natural possível, ou seja não há quase nenhuma (se não nenhuma) intervenção médica.

Nesse tipo de parto, é a mãe que é totalmente responsável pelo nascimento do bebê mesmo, e a obstetra fica apenas atenta caso precise interferir.

Mas, eu também acho que a palavra “humanizado” tem diversos outros significados quando diz respeito a parto. Eu realmente acredito que qualquer tipo de parto pode ser humanizado, porque a vontade da gestante deve ser respeitada sempre.

É claro que uma cesárea, por exemplo,  vai ter todas as interferências médicas necessárias, afinal é uma cirurgia! Mas, sempre há maneiras de tornar tudo mais tranquilo para a mulher, que sempre sonha com esse momento.

Os partos dos meus filhos

O Alvinho nasceu por uma cesariana. Apesar de eu ter me preparado para ter um parto normal, que era o meu desejo, ele não encaixou e eu não dilatei. E como eu já estava com 40 semanas de gestação e tendo contrações, a solução foi partir para uma cesárea.

Mas, foi tudo muito tranquilo! O Alvinho já nasceu muito saudável e eu estava ansiosa para a sua chegada. Até hoje, foi o momento mais lindo que já vivi!

Já o baby Ciao vai chegar ao mundo da maneira e no momento que quiser. Estamos esperando a hora dele! Quando ele quiser chegar, pode vir, porque já estamos preparados e o esperando com muito amor e ansiedade!

Barriga do Alvinho à esquerda e do Baby Ciao à direita!

Como foi (ou como imagina que será) o parto de vocês? Me contem!

Beijos,

Lari

© Copyright – 2015 Larissa Siloto. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: mufasa