Por que bebê chora?

  • 3 de Abril de 2018
  • Dicas

Os oito principais motivos e o que fazer

Oi, gente!

Agora que o Antônio já tem quase dois meses e o Alvinho está prestes a completar três anos (ainda não consigo acreditar como o tempo passa rápido), posso dizer com segurança que já consigo identificar com facilidade diferentes choros de um recém-nascido.

O que nem sempre foi tarefa fácil! Por muito tempo, era só o Alvinho começar a chorar que eu já me desesperava, pensando “o que será que ele tem? Acabou de mamar, não pode ser fome!”…

Pois é, mas nem sempre um recém-nascido chora de fome! Agora, com o Antônio, tudo é mais tranquilo para mim, inclusive hoje fico me perguntando “como não conseguia perceber a diferença dos chorinhos?” hahaha… No stories falo bastante sobre isso, então aproveita e me segue por lá, é @larissasiloto!

Por isso, hoje eu separei para vocês os oito principais motivos que fazem um bebezinho chorar. É claro que existem outras razões também, mas pelo menos aqui em casa esse é o verdadeiro TOP 8 dos chororôs.

Motivo 01: fome

Muitas mães de primeira viagem, nos primeiros dias do bebê, ou até mesmo as mulheres que não tem filhos, acham que o único motivo que faz um baby chorar é a fome. Está muuuuuito longe de ser o único, mas realmente acontece.

Por isso que sou a favor da livre demanda nos seis primeiros meses de vida – ou pelo menos nos três ou quatro primeiros meses – ou seja, assim que o bebê pede para mamar, ele mama!

Motivo 02: assadura

Se assaduras incomodam adultos, imagina um bebezinho. É muito comum bebês chorarem porque suas perninhas e bracinhos estão assados – ah, também acontece no pescoço! É preciso cuidar e hidratar a pele com pomada específica (converse com o pediatra); o talco também pode ajudar bastante.

Motivo 03: dor (cólica, batida)

Parte meu coração só imaginar meus filhos com dor, mas acontece e na maioria das vezes não temos culpa nenhuma! As cólicas, por exemplo, que acontecem SEMPRE (ainda mais enquanto são recém-nascidos) causam bastante dor.

Nesses casos, você pode tentar aquecer um pouquinho o bebê, colocando um casaquinho ou uma bolsa de água quente (pelo amor de Deus, a temperatura tem que ser a mesma do banho, ou seja, morninha) – inclusive há bolsas específicas para bebês! Além disso, alguma batida também pode machucar, por isso é melhor ficar atenta!

Motivo 04: fralda suja/muito cheia

Não tem jeito, bebê gosta de (e precisa) se sentir limpinho. Então é importante ficar sempre de olho na fraldinha. Se estiver muito pesada (ou seja, cheia), com cocô ou muito xixi, eles com certeza vão reclamar.

Motivo 05: calor ou frio

Muito frio ou muito calor também são motivos para choro. Mas, é fácil perceber se esses são realmente os motivos: se o narizinho do baby estiver gelado, sim, ele está com frio. Se a nunca e o começo da coluna estiverem quentes e/ou suando, ele está com calor!

Motivo 06: sono

Quando o bebê recebe estímulos demais ou não está em um ambiente bem calmo ou tranquilo, que o impeça de dormir, pode esperar que é choro na certa! Mas, a solução é simples: vá para um lugar com pouca luz (ou coloque um paninho delicadamente no rosto dele) e sem barulho. Depois, um balancinho e uma canção de ninar resolvem tudo!

Motivo 07: desconforto

Muuuuuuuuuuuuuuitas coisas podem incomodar um bebê recém-nascido: roupa apertada, elásticos, costuras e zíperes, muita ou pouca roupa, gorrinhos em cima dos olhos e por aí vai.

Motivo 08: quero colo!

O último motivo que separei é, definitivamente, o mais fofinho: bebês querem colo! E NÃO, você não estará mimando seu bebê o pegando no colo, fazendo carinho, dando seu calor e seu cheirinho para ele.

Ainda mais nos primeiros meses de vida – pensa só: ele acabou de sair da sua barriga, sempre quentinha e segura, e de repente vem para um mundo completamente diferente, de temperaturas variadas, muitos estímulos e pessoas… Eu dou colo sem medo!

Esses são os principais motivos de choro aqui em casa. E na sua, tem alguma razão diferente?

Beijos,

Lari

© Copyright – 2015 Larissa Siloto. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: mufasa